Clube Dores

O adeus a um pioneiro

Publicada em 25 de junho de 2014.

Diretoria, associados, amigos e familiares dão adeus a João Hugo Da Cas, um dos fundadores do Clube Dores

No dia 23 de junho, quem passou pela frente da Sede Central do Clube Dores, avistou a grandiosa bandeira a meio mastro. Ela anunciava o luto pela partida derradeira de JOÃO HUGO DA CAS, um dos associados mais ilustres da história dorense. É difícil descrever a participação ativa do já saudoso Joanin na bonita história do Clube Recreativo Dores, uma vez que foi um dos fundadores, juntamente de seus irmãos.

Orgulhava-se de ver seu Clube se tornar um dos maiores do Brasil. Teve participação concreta nos Departamentos de Bocha e Bolão, atuando não somente como diretor, mas como capitão e multicampeão nos tempos em que era atleta, em ambos os esportes. Também foi membro do Conselho Deliberativo desde a sua formação até seus últimos dias. Atualmente, figurava como Patrono da Bocha, esporte que o tornou conhecido nas canchas Brasil afora. Ultimamente, era visto, frequentemente, jogando canastra na companhia dos amigos e parceiros de pescaria.

João Hugo partiu aos 87 anos, deixando escrita uma história de dedicação ao Clube, ao esporte e à família. Essa dedicação tem prosseguimento por meio de seus filhos, Victor Hugo e Carlos Eduardo, que colaboram com o Dores como conselheiros ou em cargos de direção. Joanin deixa seis filhos e a viúva Rosa Amélia Forgiarini Da Cas, com quem era casado há 59 anos.

Carlos Londero, administrador do Clube, salientou seu carinho pelo amigo de mais de 40 anos, lembrando que sua vinda a Santa Maria se deveu à insistência de Joanin, a quem considerava um verdadeiro irmão. “Era uma pessoa simples e de um coração enorme. Deixará muita saudade e será um exemplo a ser seguido pelos filhos e amigos”, emociona-se Londero.

Clube Dores
© 2014 CLUBE DORES   |   Todos os direitos reservados
Site produzido pela Netface