Clube Dores

Biblioteca: Confira as indicações de leitura do mês de novembro

Publicada em 24 de novembro de 2015.

Você encontra todos os livros abaixo na biblioteca do Clube, localizada na Sede Central e com horário de funcionamento de segundo a sexta-feira, das 14h ás 20h e nos sábados, das 8h às 14h. Mais informações pelo fone (55)2103-2810.

 


 

As pessoas parecem flores finalmente - Charles Bukowski


Em um poema publicado postumamente, Charles Bukowski (1920-1994) escreveu que teria tido êxito na vida “se vocês lerem isso muito tempo depois de eu morrer”. Pois bem, a julgar por esse critério, o velho safado de fato teve êxito: este é o quinto e último volume póstumo composto integralmente por poemas inéditos. Dividido em quarto partes, o livro foi publicado nos Estados Unidos em 2007, com grande aclamação de público e crítica.

 

 

 

 


 

Joyland - Stephen King


Carolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland,
esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer. Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu
espírito ainda assombra o trem fantasma.

 

 

 


 

Muito mais que 5 minutos - Kéfera Buchmann

A menina super sensível que sofreu bullying em quase toda a infância e que, em vez de se dobrar, se tornando uma pessoa amargurada, se reinventou e ressurgiu como uma jovem forte e alegre que serve de exemplo para milhares de meninos e meninas. Kéfera fala desses momentos difíceis e também da sua relação tortuosa com a matemática, do seu primeiro beijo, de moda e de relacionamentos. Não faltam, claro, momentos hilários. E outros de deixar o coração apertado. Ou seja, Kéfera sendo mais Kéfera do que nunca.

 

 


 

Orfandades - Pe. Fábio de Melo

 

O livro traz histórias curtas e comoventes, muitas vezes até divertidas, que tratam das mais diversas formas de orfandade. Padre Fábio busca com este livro revelar o quanto sofremos e o quanto nos tornamos vítimas da dor provocada pelas ausências que enfrentamos pela vida.

 

 

Autor:   Guilherme Benaduce

Clube Dores
© 2014 CLUBE DORES   |   Todos os direitos reservados
Site produzido pela Netface