Clube Dores

33 anos do Departamento Tradicionalista Querência das Dores

Publicada em 14 de junho de 2016.

A noite de 6 de maio foi festiva no Departamento Tradicionalista Querência das Dores. O fandango de aniversário da parte mais gaúcha do Clube Recreativo Dores foi animado pelo nativismo de João Luiz Corrêa e grupo Campeirismo.
Para marcar a data comemorativa, uma breve solenidade foi realizada. Patronagem, membros do DT, prendas e peões receberam simbolicamente todos os troféus conquistados nos últimos meses. Além dos integrantes do Departamento Tradicionalista, integrantes da diretoria do Clube, bem como o coordenador da 13ª Região Tradicionalista, Luiz Sergio Fassbinder, marcaram presença.
mais um ano macanudo¹.

Ao longo da solenidade, os integrantes dos grupos de danças foram recebidos por todos os presentes, simbolizando o caminho percorrido. Com muita união, trabalho, amizade, alegria e tradição, os 33 anos de história do Querência das Dores foram construídos com o empenho de todos.

Ao fim, todos foram convidados a cantar o “Parabéns crioulo” para a entidade. O ato culminou com uma representação de cada invernada da casa: mirim, juvenil, adulta, veterana e xirua no salão mostrando a alegria da dança. O salão não esvaziou em nenhum momento e os associados dançaram animadamente até o encerramento da noite.


Por Cristina Rigão Iop
Coordenadora do Departamento Cultural do DT Querência das Dores
Colaboração Guilherme Benaduce
Jornalista

1Macanudo: adj. Trata-se de uma expressão gaúcha, que transmite aprovação e alegria, admiração.

Clube Dores
© 2014 CLUBE DORES   |   Todos os direitos reservados
Site produzido pela Netface