Clube Dores

Congresso Brasileiro de Clubes: aprimoramento e congratulações

Publicada em 13 de julho de 2016.

A CBCf (Confederação Brasileira de Clubes) e a Fenaclubes realizaram, na cidade de Campinas, São Paulo, o maior evento do setor clubístico do país. Entre os dias 27 e 29 de maio, centenas de representantes dos mais importantes clubes do Brasil reuniram-se no Hotel Royal Palm Plaza e discutiram importantes questões relativas ao futuro do esporte. O Clube Recreativo Dores não apenas esteve presente, como foi um dos homenageados do congresso.

A programação contou com três palestras importantes sobre o contexto esportivo. O medalhista olímpico e ex-jogador de vôlei Giba apresentou um panorama entre o esporte e o ambiente corporativo. O atleta relacionou sua trajetória com o que é exigido dos profissionais atualmente. Giba ainda abordou assuntos como liderança, família e sua trajetória na seleção brasileira.

A segunda palestra foi com o filósofo e comentarista de TV, Leandro Karnal. Em sua exposição, “Planejamento e estratégia para um novo tempo: O futuro do Clube começa hoje”, o especialista partiu da situação de dependência tecnológica e incertezas atuais para apresentar como é importante a estratégia e a necessidade de se sair da zona de conforto para se conseguir visualizar novos horizontes. “É fundamental termos consciência de que tudo é mutável em nossa sociedade e de como é preciso se definir novos passos a cada dia em razão de tantas mudanças”, comentou.

A terceira e última fala sobre o contexto esportivo ficou por conta do diretor executivo de Esportes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Marcus Vinicius Freire, que apresentou todo o serviço que a organização está preparando para o Jogos Rio 2016, além do legado que as Olimpíadas deixarão para o País. Entre as ferramentas de monitoramento e controle, está a Ferramenta de Gestão Esportiva do COB – uma solução que permite ter uma visão completa do esporte brasileiro, além de aprimorar a inteligência competitiva de atletas e equipe técnica.

Além das três palestras sobre gestão esportiva, quatro outras abordaram questões rotineiras na administração de clubes. “Consumo de Água e Energia”, “Parceria Sindi-Clube/SP e FENACLUBES”, “Terceirização de Serviços” e “Tecnologia da Informação” foram os temas colocados em discussão.

Tempo de reconhecimento
Antes da rodada de palestras, um momento solene, mas descontraído sucedeu. Inicialmente, foram entregues homenagens individuais. Em seguida, o presidente da Fenaclubes, Arialdo Boscolo, entregou placas aos agraciados com o prêmio “Clube Top 100”.

O Clube Recreativo Dores, representado pelo casal presidente executivo, Ademir e Tereza Pozzobon, foi um dos homenageados. A belíssima placa foi entregue em mãos pelo presidente da Fenaclubes aos dorenses.

Para a assessoria da Fenaclubes, o prêmio é um reconhecimento do papel fundamental para a Federação desenvolvido pelo Dores. “Acreditamos que esta é uma forma de afirmar como a equipe gestora do Clube Dores está alinhada com as mais recentes atualizações do segmento clubístico e, assim, repassar para seus associados”, garantem.

Definindo rumos e aprimorando conhecimentos
Ainda no primeiro dia de congresso, a comitiva dorense foi reforçada. Além do casal presidente executivo, participaram do restante das atividades o casal vice-presidente Social, Cléber e Ana Ruviaro, e o casal de assessores sociais Adão e Ceiça Fighera.

A equipe da Confederação Brasileira de Clubes (CBCf) apresentou, no restante do congresso, três oficinas sobre temas relacionados ao processo de descentralização de recursos. O Edital de Chamamento Interno de Projetos nº 6 foi apresentado pelo gerente da área técnica da CBCf, Ricardo Avellar. A questão da contratação e aquisição de produtos e serviços, a partir de uma visão jurídica do processo, foi apresentada pelo advogado Ariosto Peixoto. E o detalhamento sobre o processo de descentralização foi conduzido pelo superintendente jurídico da CBCf, João Paulo Gonçalves da Silva. A apresentação da oficina foi feita pelo superintendente técnico da Confederação, Lars Grael.

Além das palestras, reuniões foram feitas pelos dirigentes dos clubes participantes. Nesta parte, destaca-se a assembleia geral da Fenaclubes.

Depois de três dias de congresso, a comissão dorense carregou a mala de experiências e recarregou as baterias. Voltando para casa, os representantes do Clube estão cheios de ideias e ávidos por colocá-las em prática.

Clube Dores
© 2014 CLUBE DORES   |   Todos os direitos reservados
Site produzido pela Netface