Clube Dores

Arraiá em família Doritos

Publicada em 30 de agosto de 2016.

Anterior
Próxima

A primeira pista de que algo diferente acontecia no salão La Sagra, no dia 2 de julho, eram as músicas infantis. Logo depois, o cheiro de doce quente mesclado com o de pipoca recém-estourada. O próximo sentido a se deleitar era a visão: toalhas de mesa com estampas ricamente coloridas e carreiras e mais carreiras de bandeirinhas feitas à mão. O calor humano e o sabor dos quitutes completavam a explosão sensorial da tarde – começava o primeiro Arraiá em Família da escolinha de educação infantil Doritos.

Os pequenos caipiras foram os protagonistas da festança, mas engana-se quem pensa que eles foram os únicos caracterizados. Papais colocaram seus chapéus de palha e camisas remendadas, enquanto as mamães arrumaram vestidos de chita e capricharam nas pintinhas das bochechas. As professoras, por sua vez, pareciam ter saído diretamente de um dos filmes do Mazzaropi, tal o esmero na caracterização caipira.

Já na chegada, as famílias foram recepcionadas pelas professoras. Os pais e mães eram convidados a entrar no salão e confraternizar uns com os outros, enquanto os pequenos faziam uma "concentração" no hall do Salão Nobre. Segundo a diretora da escola, Marilene Moraes, um dos principais motivos da realização da festa em família foi proporcionar esse momento de convívio entre os pais dos alunos.

A entrada dos doritinhos no La Sagra foi em grande estilo. Cada turma entrou fazendo sua apresentação. Desde danças tradicionais das festividades juninas até outras mais inusitadas foram apresentadas. A professora de expressão corporal, Marissani Farias, conta que buscou unir dois universos na criação das coreografias – o São João e o tradicionalismo gaúcho. Assim, surgiu uma das apresentações mais comentadas da tarde, o pau de fitas caipira.

A iniciativa de trazer algo da cultura local para as apresentações dos pequenos foi muito bem recebida pelos pais. Alguns pais alegaram que sentem um pouco de distanciamento cultural em relação às festividades juninas, logo, uni-las ao tradicionalismo gaúcho torna a comemoração mais “caseira”, mais aconchegante.

Mesmo antes do fim da festa, a coordenadora pedagógica, Michelle Turra, já estava animada com o sucesso. Segundo ela, o objetivo da festa – dar um caráter cultural às avaliações do meio do ano – foi atingido com louvor.

Durante as apresentações, pipocaram filmadoras e celulares, pilotados por papais e mamães ávidos por guardar as recordações do dia. Com toda a organização possível em um momento festivo, as turmas se sucederam. Cada um dos pequenos teve seu momento de brilhar e mostrar sua alegria.

No saldo final da festança, ficou o gosto doce na boca, a voz da cantora Xuxa entoando “São João, São João, acende a fogueira do meu coração” na cabeça e muitos momentos gostosos na memória.

Confiras fotos do evento clicando aqui.

Clube Dores
© 2014 CLUBE DORES   |   Todos os direitos reservados
Site produzido pela Netface