Clube Dores

Compartilhando experiência

Publicada em 26 de abril de 2017.

Anterior
Próxima

Se a forte presença das colônias de imigração italianas é um fator determinante na história e desenvolvimento do Clube Recreativo Dores, para a Sociedade Rio Branco, de Cachoeira do Sul, a ascendência alemã tem papel semelhante. No dia 8 de março, os cachoeirenses visitaram o Dores para um intercâmbio de informações e tradições.

Ao longo do dia, os visitantes conheceram um pouco da estrutura organizacional dorense, no Centro Administrativo do Clube, e o que ele oferece aos associados em termos de estrutura, nas Sedes Central e Campestre. A condução foi feita pessoalmente pelo presidente do Clube Dores, Ademir Pozzobon, e pelo administrador do Dores, Carlos Londero.

A comitiva da Sociedade Rio Branco foi composta por: Ricardo Tavares Gehling, presidente; Eládio Vieira da Cunha, vice-presidente financeiro; Núbia Lacerda, gerente executiva; Geraldo José Cerentini Ache, assessor especial da presidência; Linda Patrícia Lopes, integrante do setor financeiro.

Clube Dores
© 2014 CLUBE DORES   |   Todos os direitos reservados
Site produzido pela Netface