MENU

A primeira refeição na nova casa

Publicada em 02/05/2018

Em 6 de abril, dia seguinte à sua inauguração, o Recanto dos Funcionários recebeu pela primeira vez aqueles que o utilizarão. Enquanto esperavam a solenidade de apresentação do local, todos puderam passear pelo prédio e tirar suas primeiras impressões.
No intervalo de almoço, todos foram reunidos na área do refeitório e a palavra foi dada ao vice-presidente Executivo do Clube Dores, Camilo Cervo. Representando a Diretoria, parabenizou a todos pela obra consolidada. “Não se tem conhecimento que, no Brasil, ou mesmo fora dele, uma empresa tenha colocado à disposição de sues servidores, uma obra tão importante como esta”, afirmou.

Clique aqui e confira a galeria de imagens do almoço e da estrutura do Recanto dos Funcionários.

Marcos Lorenzo Maciel, supervisor da Sede Campestre, fez a palavra final aos colegas. Segundo ele, a inauguração do Recanto inicia uma nova etapa na Sede Campestre. “Um prédio moderno, confortável, onde o funcionário vai poder descansar, vai poder jogar, olhar TV, uma série de atrativos.Vai fazer a refeição em grupo... Qual é a missão principal desse prédio? É integrar as equipes, trazer para este refeitório todo o grupo funcional da Sede Campestre, para que possam confraternizar", atestou o supervisor.

Em sua fala, Marcos Maciel aproveitou para apresentar aos funcionários a encarregada do Recanto, uma figura conhecida na Sede Campeste. Vanessa Gervásio iniciou no Clube como auxiliar de manutenção. Posteriormente, passou a trabalhar no almoxarifado da obra do Dores Praia Park e, finalmente, como auxiliar administrativa, também na obra. Conforme Vanessa, a escolha foi uma supresa. "Eu achei que ia ser uma responsável... Quando soube que ia ser encarregada, eu chorei... Eu chorei de emoção. Eu tô nas nuvens, ainda! [...] Vou dar o melhor de mim", prometeu.

UM DIA PARA CURTIR A NOVA CASA
Após a apresentação do Recanto, os funcionários puderam desfrutar de um almoço especial preparado pela equipe de Ana Amélia Eventos. Após a refeição, todos foram liberados para aproveitarem a nova casa. Entretanto, ainda havia mais um presente — todos ganharam uma hora extra de intervalo.

Conforme o funcionário Régis Lopes, a expectativa é de que todos trabalhem com ainda mais entusiasmo. "Imagina quantos funcionários vão chegar na temporada e se deparar com esse prédio, entende? O nível... isso é uma coisa mirabolante. Ninguém tem algo assim para o funcionário", defendeu.

Para Anderson Ramos, também funcionário, o vínculo, a aproximação gerada pelo espaço é o grande ponto positivo do Recanto dos Funcionários. "Tem colegas que as vezes a gente ficava meses sem ver, pelo fato da distância entre um setor e outro. A gente sente falta disso, tem muitos colegas que só se encontram na festa dos funcionários. Isso vai valorizar bastante, agora", destacou.

Com mais este passo dado, o Dores ressalta o compromisso de ser um referência no segmento clubístico não apenas no que oferece a seu associado, como na dignidade com a qual trata seus trabalhadores. É, cada vez mais, com respaldo que costuma se dizer "O sucesso do Dores é mérito de seus associados, diretoria e, claro, seus funcionários.

UM NOVO ESPAÇO PARA O FUNCIONÁRIO DORENSE
Em abril de 2016, pouco mais de quatro meses após inaugurar o Dores Praia Park, o Clube Recreativo Dores anunciou mais uma grande obra em seu cronograma. Não voltada para o associado, mas sim para seus trabalhadores, o local partiu de uma determinação do Ministério do Trabalho (que exige a existência de dependências para descanso e refeições). Contudo, com o Recanto dos Funcionários concluído, é visível o quanto o Dores foi além do obrigatório. Foi criado um local bonito, agradável e funcional para aqueles que garantem o bom funcionamento do Clube.


ESTRUTURA
No total, o novo prédio possui uma área de aproximadamente 885m². Nele, os colaboradores têm à disposição sanitários e vestiários. Dessa forma, eles ingressam no Clube não por portaria e estacionamento comuns, mas por locais específicos. No espaço dos colaboradores, cada um pode vestir seu uniforme, deixar seus pertences em seu armário e, só então, entrar nas dependências do Clube para fazer seu trabalho.

Nos horários de intervalo, o espaço dos colaboradores também é muito importante. O edifício possui locais de descanso com camas, um espaço de convivência com televisão, mesas de sinuca e mesas para jogos de cartas, além de um refeitório. Neles, 180 colaboradores podem desfrutar de seu descanso e fazer suas refeições simultaneamente. Ao longo do dia, até 380 trabalhadores dorenses podem ser acomodados no espaço.

Além da liberação do espaço do estacionamento, os benefícios para os associados são facilmente perceptíveis. Com os espaços adequados para descanso e refeições, bem como a segurança dos armários particulares, os colaboradores poderão fazer o seu melhor no atendimento dos dorenses com a maior tranquilidade. Como destacado pelos diretores dorenses na inauguração do prédio, o bom funcionamento do Clube começa com a qualidade de vida do funcionário!